27.10.09

Instantes


















O que voa não são as asas. É o coração, a vontade, o desejo.

7 comentários:

Claudio Fagundes disse...

o desejo voa, Renata?

Paulo Genz disse...

Um desejo , nao de ser ave,
Mas de poder
Ter nao sei quê do vôo suave
Dentro do meu ser .


Fernando Pessoa

Renata Luciana disse...

Claúdio: Sobrevoa, outras vezes mantém-se submerso, momentos outros'arde'. Palavra que se multiplica pra não ficar só.

Renata Luciana disse...

Paulo
aqui tú me lembras a mestria do 'Pessoa'. Na regência o vento.

Tiago F. Moralles disse...

Muitas coisas voam.

Gisele Freire disse...

Renata
Que bonito!
Gosto bastante de passar por aqui!
bj
Gi

Assis Freitas disse...

é o súbito sobressalto,



abraço