25.10.09

Zoom



















 Sussuros... Deixa o meu instinto fotografar a tua alma

4 comentários:

Eu, Dan' [...] disse...

Há DE ser intenso
cada instante que eu
ME vista de mim MESMO,
e faça DOS meus sonhos
ALGARISMOS na matemática
DO destino.
Há de SER real,
cada beijo DADO,
CADA olho orvalhado
da lágrima POSTADA
no email de AMANHÃ.
Há de SER constante
os meus DEVANEIOS,
a poesia EM minhas veias
e OS olhares,
dos que me desconhecem.
Há de ser SINCERO
o toque que me APANHE,
o PECADO que me assanhe
(os cabelos).
E, por fim,
QUE sejam fortes os meus
meandros,
PORQUE sem eles,
sem dúvidas, eu SERIA
frágil demais
PRÁ suportar a DOR
de ser humano.

Marcelo Novaes disse...

Renata,



Às vezes fotografa. Às vezes borra. Às vezes flagra a alma já borrada...






Beijos,










Marcelo.

Renata Luciana disse...

Marcelo

a luz ou a ausência dela incide e revela.

Beijos tantos,

Luciana

Gisele Freire disse...

Caramba, foto linda e texto mais ainda!
bjs
Gi :)