28.12.09

Desejo



   quando minha pele com sede
quer beber água nas tuas mãos

4 comentários:

Tiago Moralles disse...

Darei-te água enquanto houver sede.
Isso é carinho.

Renata Luciana disse...

Água,
Desejo,
Água,
evaporação,
carinho

Dar-te-ei minha sede!

Saudades Tí.

Ribeiro Pedreira disse...

Um poema simplesmente envolvente e envolvedor. Sensibilidade à flor da pele e da água. Perfeito! Feliz 2010!!!

Mara faturi disse...

DIZER TANTO EM TÃO POUCAS PALAVRAS, É SABER SACIAR "NOSSA" SEDE,
BJOS!!