30.3.10


















"(...) Mas se amo os teus pés
é só porque andaram sobre a terra
e sobre o vento
e sobre a água,
até me encontrarem."

Pablo Neruda

12 comentários:

Sylvia Araujo disse...

Neruda me enternece... Lindíssima escolha, Renata!

Beijomeupravocê

Gisele Freire disse...

...hoje tinha pensado em postar Neruda, mas os ventos me levaram pra outros lados e venho aqui e Neruda canta por estas linhas :)
Lindo Rê, tens bom gosto pra caramba !
bjs
Gi

Ribeiro Pedreira disse...

Quando se ama os pés, o fixam-se raízes de querer.
Bjos de amor!

Carla Rosenvelt disse...

E encontraram.

Ana Tapadas disse...

Obrigada pelas palavras. Ainda bem que elas atravessam oceano.
Cheguei com Neruda, que bom! Um dos meus poetas de eleição.
bjs

Vieira Calado disse...

Lindo!

Bela escolha.

Desejo-lhe uma boa

Quadra Pascal.

Beijinho

Wilson Torres Nanini disse...

De Neruda perdoa-se até o egocentrismo de que o poeta se investe. Que a brisa, o céu, o mar, o solo e tudo o mais se dirija a ele, pois ele depura tudo. O que comungamos é pura essência.

Abraços!

Lua Nunes disse...

http://umdiacriocoragem.blogspot.com/

só para partilharmos...
te amooo!

bjocas

Seu Moço' [...] disse...

Que delícia que este blog está.
Faz tempo que vim aqui.
Saudades da poesia de moça que aqui se esconde.

Tudo é TÃO depressa
que a SAUDADE quando
cessa,
FAZ a noite delirar.
Tudo é tão SEM calma,
que na ALMA do devir
só me RESTA
o que DURAR.

claudio rodrigues disse...

Neruda é ternura, aconchego, poesia sempre a dizer que somos mais! Boa Páscoa, linda! Vida renovada, como semente...

ErikaH Azzevedo disse...

pés
são raízes,
são pássaros
como as perdizes.
Podem nos levar
pr'onde acharmos
que seremos felizes.

^^Ceci

E que bom que os passos deles o guiaram até vc né!

Adooro esse poema do Neruda

Bjos

Erikah

Por que você faz poema? disse...

Um verso que vez ou outra me acontece é "sucede que me canso de ser hombre", Neruda sabia, e como, das coisas.