3.6.10

Morena dos Olhos D'água

Morena, dos olhos d'água,
Tira os seus olhos do mar.
Vem ver que a vida ainda vale
O sorriso que eu tenho
Pra lhe dar.
Descansa em meu pobre peito
Que jamais enfrenta o mar,
Mas que tem abraço estreito, morena,
Com jeito de lhe agradar.
Vem ouvir lindas histórias
Que por seu amor sonhei.
Vem saber quantas vitórias, morena,
Por mares que só eu sei.
Morena, dos olhos d'água,
Tira os seus olhos do mar.
Vem ver que a vida ainda vale
O sorriso que eu tenho
Pra lhe dar.
Seu homem foi-se embora,
Prometendo voltar já.
Mas as ondas não tem hora, morena,
De partir ou de voltar.
Passa a vela e vai-se embora
Passa o tempo e vai também.
Mas meu canto 'inda lhe implora, morena,
Agora, morena, vem.

10 comentários:

Marcello disse...

Rê.
depois das curvaturas do seus pés, poesia de chico.
Perfeito !
Beijos moça.

Fouad Talal disse...

Oi!

Eu amo essa música, muito também na versão do MPB4.

Beijos!

Ribeiro Pedreira disse...

Uma canção inesquecível. Eu fui embora naquela noite de domingo. Agora, morena, vem!!!

Amo-te!

Flávio Morgado disse...

A música é maravilhosa. E o ambiente fica ainda mais especial com esta canção de fundo que colocaste.
Parabéns.

F.M.

Ana Tapadas disse...

Que saudades eu tinha desta maravilha de poema/canção!
Obrigada.
Beijinho

Sylvia Araujo disse...

Ô delícia...

Beijoca, flor!

claudio rodrigues disse...

Toda vez que venho aqui, minha alma respira! Ai que bom!
Sim, Renatinha, o Globo Mar apresentou uma poética viagem à ilha dos meus amores. E aquele garotinho que encerra a reportagem é lindo e todo sentimento mesmo. É o Sanã.

claudio rodrigues disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Suelen Braga disse...

Deliciei-me por aqui
Estou seguindo

beijo terno =*

ErikaH Azzevedo disse...

Ai ai, esses olhos salgado de (a)mar.

O Chico é sempre tão lindo...tão lindo.

Foi olhando o mar que aprendi a ter olhos horizontes....

Meu beijo

Erikah