30.1.13

Eu que caminho para o longe



'E onde já se viu tê medo da força da vida, fia? o que vem não se adia e chegô: ri e celebra, purque o mundo pode se refazê em ocê!'

  Vivê é pra quem tem tutano!