15.2.13

A menina que sabe jardim



foram meses e meses de espera

nada foi possível

sem você aqui 

cantei a solidão

beijei o vão

 silenciei o sentir


Volta na próxima estação

traz um beijo

e um punhado

de amor


te  
espero

Flor.



[...] porque ela conversa com beija-flor
e quando eu morrer
e me tornar beija-flor
quero ter com ela
nos sonhos e no jardim.

[Ribeiro Pedreira]

2 comentários:

Assis Freitas disse...

belo diálogo,


bj

Ribeiro Pedreira disse...

sempre latente as coisas do jardim. o beija-flor entende do amor.