22.1.10

Ondulações


Desenha o teu corpo no meu
abocanha os meus sentidos
 segue
ondas de calor e gozo
mudar a voz e a pele
camuflada no teu ser

11 comentários:

Seu Moço' [...] disse...

é tão intenso a desumanidade contida nas palavras.
e se além das próprias coisas que somos, e se nem somos mais nada.
onde vou, tudo o que se parece com isso é desejo, espelho das minhas horas incontidas no gozo, lento, lapidado nas mãos de quem se deixa entregar-se.

Renata Luciana disse...

Dan

você é um ser impossível...
proivé
absurdamente poético!!!!!!

Ribeiro Pedreira disse...

Pele sobre pele, línguas em pleno deleite, percorrendo campos, arroios e chapadões. Carne dentro de carne constituindo uma só matéria. "A soma de dois é um".

Francisco Nery disse...

A voz nua em teu ouvido calado
a barba suada aos teus pelos...


http://eumaistutumaiseu.blogspot.com/2009/11/ai-que-maldade-e-saudade.html

Tiago Moralles disse...

"camuflada no teu ser"
Foda.

Renata Luciana disse...

Dado

Atração
Densidade
Volume
Peso
Massa

e um só corpo

Renata Luciana disse...

Nery

sussuros lascivos ecoam no tempo

Renata Luciana disse...



a entrega diante do 'predador'

renata carneiro disse...

entrega é mudar os sentidos de casa. é camuflar em outro ser.

lindo, rê. lindo!

um beijo.

Joana Francesa disse...

Arrepio.. tradulçao de das idos... tao recentes... e latentes... ui! friozinho... nesse verão escaldante!!!

Fabio Rocha disse...

WOW