2.9.10

 Nenhuma pessoa por inteiro

fragmentos.

Da janela

avistamos o mundo

deslocado

 como é fácil entristecer

5 comentários:

Fouad Talal disse...

nossa,
nem me diga menina.

melancolia quando chega é mar cinzento, mas como diria uma certa pessoa, "navegar é preciso, viver não é preciso..."

naveguemos em meio a tempestades!
um beijo querida!
ft

Leonardo B. disse...

[os maiores obstáculo do mundo: porta e janela... tantas as que se encerram, para poucas que se abrem de par em par]

um imenso abraço, Renata

Leonardo B.

Ribeiro Pedreira disse...

há que pular a janela e sentar-se à porta dos sonhos para se arrancar um sorriso do coração.
bjs meus!

Lara Amaral disse...

O que passa pela vidraça, estala o olhar.

Beijo.

aluisio martins disse...

o olho se perde de imensidão, fecha-os e belezas de dentro como tua poesia despertarão...
belo!!!