3.6.11

Guardadora de águas

"sobre o nada eu tenho profundidade"



( Manoel de Barros)

4 comentários:

Por que você faz poema? disse...

Síntese perfeita.
Grande Manoel.

Lua Nunes disse...

Parece simples, mas é tocante e profundo.

saborcomletras disse...

Não podemos perdê-la nunca, mesmo diante do nada.

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

e o nada é vasto como o mundo